Minha vida está parada e eu não sei o que fazer

isabelle-dias-rio-blog

Você já teve aquela sensação de que as coisas simplesmente pararam de acontecer, como se estivesse travado nessa fase do jogo, sem fazer a mínima ideia de quando vai conseguir chegar na próxima? Eu já. 

A assustadora impressão de que todas as outras pessoas do mundo estão conseguindo novos empregos, aumentos de cargo, mozões, filhos, viagens incríveis, enfim... crescendo na vida, enquanto você está exatamente no mesmo lugar. 

Afinal, o que fazer quando a vida não anda?

Os acomodados que se mudem 

Ao meu ver, essa situação pode acontecer em dois cenários diferentes.

No primeiro deles, estamos realmente acomodados. Até percebemos que as coisas não estão andando, mas ah... tá confortável assim. Emprego ok, relacionamento ok, vida social ok. Não rola muita motivação para gerar mudança. E, por mais que você sinta que as coisas estão estagnadas, não faz nada realmente eficaz a respeito. 

Então reclama, coloca a culpa no chefe, no parceiro, na economia, nos amigos... Mas, sendo bem sinceiro, você está sendo um agente de mudança na própria vida? Tipo, mesmo. 

Se conseguir ser corajoso o suficiente para fazer uma avaliação nua e crua, notando que o principal responsável para tudo estar dessa maneira no caso é você mesmo, tenho uma boa notícia: fazer as coisas mudarem é bem simples, é só tirar a bunda da cadeira.

Liste as áreas da sua vida que estão estagnadas, crie planos de ação para fazer elas começarem a florescer e mão na massa. Cansa mas não machuca.

Tentar outra vez?

Mas o outro lado da moeda também existe.

Você está lá, mandando currículo para tudo quanto é canto, estudando para caraca (essa é a hora que você descobre que eu sou carioca), dando o seu melhor no trabalho, economizando para juntar grana, buscando aperfeiçoamento para se tornar uma pessoa melhor... mas parece estar remando contra a maré. Por mais que esteja se doando de corpo e alma, as coisas simplesmente não acontecem

A verdade é que chega um determinado momento onde essa situação acaba se tornando completamente agonizante, simplesmente não sabemos mais o que fazer. Estamos esgotados, exaustos e sem saber para onde ir. Já tentamos mudar de estratégia, ir para outras direções, mudar os rumos. Nada deu certo. 

Mudança de perspectiva

Aqui é o momento onde vou fazer uma observação que pode fazer com que você queira ir embora de raiva, mas é necessária. Na verdade, repito isso para mesma todos os dias, principalmente quando momentos assim chegam: 

Tudo está cooperando para o seu bem. As coisas estão trabalhando juntas para o seu bem.

Então, se você acabou ficando "preso" nessa fase, é porque existem coisas que precisam ser trabalhadas aí dentro e, pelo jeito, esse trabalho só vai acontecer (para agora) nessas circunstâncias. 

Por exemplo se tornar uma pessoa mais paciente, persistente,  diligente, alguém que continua acreditando e tendo fé mesmo quando não consegue tocar.

Aliás, eu gosto muito de uma definição de fé que diz o seguinte:

(...) A fé é o alicerce sólido que sustenta qualquer coisa que faça a vida digna de ser vivida. É pela fé que lidamos com o que não podemos ver.
— Hebreus 11:1

LIDAMOS. COM. O. QUE. NÃO. PODEMOS. VER.

A fé que você tem no fato de que nasceu para dar certo e em como todas as coisas estão trabalhando juntas para o seu bem, te faz continuar mesmo quando tudo aponta para a desistência.

O que eu fiz e deu certo, é o conselho que acabo dando para todo mundo: continua dando o seu melhor, tenha diligência, não espere a chuva passar para dançar. Pense em como você pode fazer dessa estação no deserto algo melhor e relevante.

Ela pode ser horrível, sem você aprendendo a lição necessária (o que vai fazer demorar ainda mais), ou vivida com clareza e consciência, prestando atenção aos detalhes geralmente desapercebidos (o que vai fazer com que as coisas fluam muito mais).

O que Deus e o Universo estão querendo trabalhar em você? Se entregue ao processo.

Lembrando que não é para deixar de correr atrás, mandar currículo, se esforçar no trabalho e lutar pelo o que ama, mas sim se entregar para o processo de ser transformado por essa estação. Assim que você conseguir atingir o que é necessário, automaticamente vai para a próxima fase. As coisas não vão ficar travadas para sempre. Elas vão fluir e continuar.

Mas esse momento está acontecendo na sua vida por um motivo. Abrace esse motivo, trabalhe nesse motivo e saia daí uma pessoa melhor. Com certeza mais paciente, diligente e mais cheio de fé.

A história da semente

Eu gosto muito de uma palavra do Steven Furtick*, onde ele fala sobre a semente. É mais ou menos assim: 

O grande teste da semente é: ‘Ela pode sobreviver ao solo?’ (...)
A semente cresce e brota por causa do trabalho do solo. Eu acho que é aí que a maioria dos sonhos morrem, no solo. (...)
As vezes, você vai se sentir como a semente que vai fundo até o solo, e o solo é um lugar muito estranho para estar, porque quando a semente está no solo, ela não pode ver qual foi a intenção de quem a colocou ali.
Quando a semente está no solo, há momentos em que parece que não vai conseguir oxigênio ou água suficiente. Eu sei que estou personificando um objetivo inanimado, mas sabe... a sua vida é uma semente. Seu sonho é uma semente. Sua visão é uma semente. Seu propósito é uma semente. Parece insignificante e é preciso ter muita fé para ver o que parece insignificante. Mas sabe do que precisa de ainda mais fé? Acreditar que o propósito ainda está funcionando quando o processo é invisível, na fase do solo!
O que precisa de mais fé é continuar crescendo estando enterrado no solo da incerteza. Mas é exatamente isso que você tem que fazer! (...)
Quando estou semeando, preciso acreditar que irá se tornar algo. Quando estou colhendo, preciso ter força para ir lá e trabalhar no que iniciei. Mas existem alguns estágios da fé onde não há nada que você possa fazer. Apenas esperar. Eu estou acreditando em algo que não posso ver mais.
Semear uma semente significa soltá-la. Isso significa que você precisa deixá-la ir por um tempo. Você tem que, apenas, dar uma passo para trás. (...)
— Steven Furtick

Entende? A semente não está vendo o que acontece, justamente por estar debaixo da terra. Mas é preciso deixar ela ali, já que o solo (ou seja, o ambiente onde ela está inserida) está trabalhando para o seu crescimento.

Se você sabe que está dando tudo de si, pare de se culpar e sofrer pelas coisas não estarem acontecendo. Simplesmente solte a semente e acredite que o Universo está trabalhando, só continua em paz.

Você nasceu para dar certo, NADA muda isso.

Então, só mantenha o ritmo e acredite que nada dura para sempre. Esse é o grande segredo, afinal.

 

 

* O link do vídeo completo tá aqui,  lembrando que é uma visão cristã sobre essas estações da vida (o que faz muito sentido para mim), então se você não é simpatizante dessa linha, pode ser que não faça muito sentido para você. De qualquer maneira, é um vídeo incrível. Foi uma das coisas que mais me confortou, me ajudando a entender e tirar o máximo desse tempo na minha vida. :))